O origami e a cultura japonesa

Como muitos já devem saber, o origami é uma modalidade artística criada e desenvolvida pela cultura japonesa.

De tão bonito e fácil de aprender, pelo menos os origamis mais básicos, ela se espalhou pelo mundo todo e ganhou adeptos em todas as partes do planeta.

Eu mesmo já me encantei com este tipo de trabalho várias vezes e cheguei a praticá-lo quando era mais jovem.

Com o passar do tempo, acabei deixando o origami de lado e esquecendo as coisas que conseguia fazer.

Hoje, com este artigo sugerido pelo leitor Hitsugaya Kaoro, eu pude recordar boas lembranças acerca do origami e trazer para os leitores do língua japonesa, algo além do idioma japonês.

Sumário do artigo
O que é Origami?
O Origami na cultura japonesa
História

Como encontrei muita informação sobre na internet, resolvi dividir este artigo em duas partes. O objetivo é tornar a leitura mais prazerosa e menos cansativa.

Passe o mouse sobre os kanjis para ver a pronúncia e o significado deles.

O que é o origami?

De forma bem resumida, o origami é a arte japonesa de dobrar papéis.

O objetivo é criar todo tipo de objetos ou animais a partir de um papel quadrado e sem a necessidade de cortes.

Apesar disso, a arte do origami é bem flexível, permitindo cortes e colagem de pedaços de papeis para alcançar o objetivo esperado.

Também é permitido o uso de papeis em outros formatos diferentes do quadrado.

Para os amantes da língua japonesa, a palavra origami é formada por duas outras palavras em japonês 折り e .

Como os kanjis podem ter sua leitura modifica, a palavra 折り紙 acaba sendo lida como origami.

Origami
Origami

O origami e a cultura japonesa

A relação entre o origami e a cultura japonesa é algo bem simples e curioso. Dizem que, quando alguém consegue fazer mil origamis, terá um pedido realizado.

Acho que esse fato acaba sendo outro fator de incentivo para a propagação e desenvolvimento de novas técnicas, além da diversão é claro.

Resumindo a história

Em praticamente todo o material que pesquisei na internet, não encontrei uma data específica para o início dessa arte.

Mas a maioria concorda que os origamis começaram a aparecer no período Edo japonês, que gira entre 1603 e 1867.

Para os praticantes iniciais, o grande problema era o papel, uma vez que esse era um artefato caro e difícil de encontrar.

Mas o tempo passou e a ciência descobriu formas mais simples de produzir folhas de papel, o que levou o papel a ter um valor muito mais acessível.

Em épocas como esta, as técnicas eram passadas de geração em geração pelas famílias japonesas.

Esse fato acabou transformando a arte do origami numa herança cultural entre os japoneses.

Pelo que encontrei nas minhas pesquisas, só em 1845, foi publicado o primeiro livro contendo vários modelos de origamis, mostrando passo a passo, como cada peça era dobrada e produzida.

Com isso, a arte do origami se tornou ainda mais popular no Japão, sendo adotada como atividade recreativa pelos japoneses.

No próximo artigo, As várias faces do Origami, encontraremos muito mais informações sobre as modalidades, os seus mestres e onde encontrar mais informações sobre a arte japonesa de dobrar papel.

Até a próxima.

Créditos da imagem pertencem David Yu.

Deixe um comentário