SRS – Spaced Repetition System

SRS – Spaced Repetition System, também conhecido como SRS, é uma técnica de aprendizado que utiliza espaços de tempo entre revisões de um mesmo conteúdo já estudado.

Isso significa que, para aprender algo que estudou hoje e nunca mais esquecer, você vai precisar realizar revisões periódicas feitas em períodos de tempo cada vez mais longos.

Assim, as primeiras revisões acontecem em intervalos de horas, depois em intervalos de dias, em seguida intervalos de semanas, meses e anos.

SRS – Spaced Repetition System

No artigo de hoje, vamos conversar um pouco sobre como funciona o Spaced Repetition System (sistema de repetição espaçada) e como usar esse sistema para aprender japonês com mais qualidade e eficiência.

SRS - Spaced Repetition System

Como funciona um SRS (Spaced Repetition System)?

Já é um fato real e conhecido que as pessoas esquecem coisas. E esse é um processo natural de nosso cérebro, funcionando como um mecanismo de defesa ao selecionar informações importantes e descartáveis.

Já pensou como seria se lembrássemos de tudo o tempo todo? Eu acho que ficaria louco.

Ao receber uma avalanche de informações, a nossa mente é obrigada a selecionar as informações que serão memorizadas e as que serão esquecidas.

Subconscientemente, o cérebro usa vários critérios para selecionar e organizar as informações que serão guardadas para futuras lembranças.

Alguns dos critérios mais conhecidos são os fatos marcantes de nossas vidas e tudo aquilo que achamos interessante.

Mesmo com seus critérios de seleção, alguns até adequados, o cérebro não é muito bom em selecionar o que é importante e o que deve ser esquecido.

Outro agravante é que esse processo ocorre meio que subconscientemente e não de forma consciente.

Repetindo e revisando para não esquecer

Quando estudamos um assunto na escola ou em qualquer outro lugar e não revisamos, a tendência é esquecer a maior parte do que aprendemos.

Por outro lado, no momento de uma revisão, relembramos a matéria estudada e o assunto torna-se mais vivo na memória.

Sendo assim, quanto mais utilizamos uma informação nova, mais tempo ela vai ficar na memória e não será esquecida.

Esse é o ponto chave do Spaced Repetition System (SRS). Essa técnica usa revisões periódicas para forçar o cérebro classificar as informações revisadas como importantes, guardando-as na memória de forma a não esquecer mesmo depois de um longo período de tempo sem utilizar essas informações.

Como saber o intervalo de tempo certo para revisar?

Muitos estudiosos em técnicas de aprendizado, professores e psicólogos possuem diversas conclusões sobre o assunto.

Apesar disso, o consenso geral é o de começar revisando a matéria estudada em intervalos curtos e ir aumentando o intervalo de tempo para intervalos mais longos entre uma revisão e outra.

O SRS (Spaced Repetition System) funciona apenas com FlashCards?

Muitas pessoas confundem SRS com FlashCards, mas uma coisa pode funcionar perfeitamente sem a outra. A base de tudo é criar perguntas que lembrem os principais conceitos do que aprendemos.

Como uma das formas mais comuns de fazer isso é usando FlashCards, o SRS – Spaced Repetition System virou quase um sinônimo de FlashCards.

Porque usar um SRS para aprender japonês?

O processo de aprender um novo idioma, seja ele japonês ou não, exige muito de nossa memória. O processo de aprender japonês é quase o de decorar novas palavras e estruturas gramaticais.

Sendo assim, usar a técnica de Spaced Repetition System (SRS) pode ser uma forma de melhorar consideravelmente a retenção de vocabulário e gramática japonesa.

Além disso, existem outras vantagens de usar um SRS para aprender japonês que vale a pena mencionar:

  • Para usar um SRS é necessário resumir o conteúdo estudado em perguntas e respostas simples, focando no que deve ser memorizado e eliminando informações desnecessárias.
  • Usar o SRS proporciona uma forma fácil de prática de revisão, uma vez que você não preciso ficar relendo capítulos de livros ou matérias antigas.
  • O Spaced Repetition System (SRS) diminui o tempo de revisão, focando no que realmente interessa.
  • O SRS aumenta consideravelmente a retenção de informações e a aquisição de um bom vocabulário japonês.

As desvantagens de usar um SRS para aprender japonês

Como qualquer técnica de aprendizado, o Spaced Repetition System (SRS) também possui suas desvantagens.

  • Por não ser muito prático de gerenciar os intervalos de tempo para revisão manualmente, o uso de SRS é feito mais em programas de computador, criando uma dependência do PC.
  • Ao contrário do que se imagina, elaborar perguntas e respostas (ou FlashCards) é um processo que demanda muito esforço e pode se tornar cansativo.
  • O SRS é um sistema de revisão e não de aprendizado. Sendo assim, ele não é adequado para informações novas, mas para assuntos que já foram estudados com antecedência.

Onde encontrar programas SRS?

Se você ficou curioso e deseja usar algum programa SRS para aprender japonês, recomendo dar uma olhada nos programas abaixo. Eles são muito bons e muito usados por centenas de estudantes de japonês e outros idiomas.

Conclusão

Hoje em dia o Spaced Repetition System (SRS) e largamente utilizado por estudantes de idiomas e várias outras áreas do conhecimento.

Eu mesmo já utilizo o sistema SRS – Spaced Repetition System há algum tempo é tem sido muito bom para o meu aprendizado de língua japonesa.

またね!

Fonte da imagem destacada: fluentin3months.com

Deixe um comentário