fbpx

Partículas Básicas – Parte 1 (は e が)

Compartilhe com seus amigos!
  • 4
    Shares

Partículas japonesas

Preparem-se. Aqui começam as coisinhas irritantes dessa língua maravilhosa.

As partículas são muito odiadas pelos ocidentais, pois de uma forma geral não temos algo equivalente em nenhum idioma Ocidental, então temos que nos ater à sua funcionalidade.

Não é impossível, mas frequentemente podemos confundir em que momento podemos colocar essa ou aquela partícula por terem funções parecidas.

Então, antes de arrancarem os cabelos, saibam que é sim possível dominá-las graças ao uso intenso, ou seja, quanto mais lerem e ouvirem essas partículas inseridas em algum contexto, automaticamente vocês estarão aos poucos, internalizando esse conceito.

Sempre insistimos em que não devem tentar entender o motivo das coisas e sim aceitá-las. Então, esse post, assim como os outros, será uma base, para que depois da compreensão do que são as partículas, você possa aos poucos, de fato guardá-las dentro de si, sem precisar necessariamente ficar se preocupando com a funcionalidade gramatical dela.

Então, que tal começarmos?

As partículas ditam a relação entre uma palavra e outra, entre verbos e as palavras da frase.

Ou seja, elas são as “ligações” que existem dentro da língua japonesa. O que não faz necessariamente que se tornem preposições da língua portuguesa.

Na verdade, está bem longe disso.

Elas podem indicar direção, de quem esta se falando, onde esta se falando, o que é de quem e etc…

Como podem ver, bem diferentes de preposições.

Mas não é por que é difícil que signifique que seja impossível.

Vamos aos poucos?

 Partícula は(wa)

 

Particlua japonesa は ha

 

Para quem esta familiarizado com o alfabeto japonês hiragana, sabe que essa sílaba (は), na verdade se lê como: ha (rrá).

Então por que coloquei wa entre parenteses?

Por que quando a sílaba は é usada como partícula, ela é lida como wa (uá).

Por quê?

Hmmm, não faço a menor ideia, tenho que confessar. Talvez seja algo vinculado com as raízes dos idioma, mas é melhor não especularmos, não é?

Essa partícula serve para indicar o assunto da frase, sobre o que estão falando. Em suma, o tópico da frase.

わたしベアトリスです。                    Eu sou Beatriz.

これえんぴつです。      Isto é um lápis.

Percebem? Não é uma preposição, então não tem uma tradução correta.

Ele apenas indica sobre quem ou quê está se falando e o “aponta”. Então, na tradução você deve usar o que melhor se encaixar em seu idioma.

No caso, o sou e é.

 Partícula が (ga)

 

Partícula が (ga)

 

Bom, dessa aqui não é necessário se falar muito.

Essa partícula indica o sujeito da frase, aquele a quem é atribuído uma característica ou faz uma ação.

É muito confundido com a partícula は, por causa da funcionalidade parecida.

Já que indicar o sujeito da frase, e o tópico da frase, no caso da partícula は, em muitos casos parecem a mesma coisa.

つきでる             A lua saiu (nasceu)

あたまいたい。          A cabeça dói.

Nesse caso, não há uma palavra que se mostre como uma tradução para a partícula が, ela está ali, apenas mostrando qual é o sujeito da frase, e se entendermos isso, já está muito bom.

Até a próxima. Bons estudos!


Compartilhe com seus amigos!
  • 4
    Shares

2 Comments

  1. Guilherme 28 de julho de 2015
  2. Rafael Avelino 1 de agosto de 2015

Deixe um comentário