Quatro dicas para aprender a escrever em japonês

Muitos estudantes passam pela dificuldade de tentar escrever em japonês e ter como resultado final, um monte de rabiscos ou símbolos japoneses deformados. Esse foi o meu problema durante bastante tempo.

Como alguns leitores do língua japonesa me escreveram, pedindo dicas sobre como melhorar e escrever em japonês de forma legível. Resolvi reunir em quatro dicas, as coisas que ajudaram a melhorar a minha caligrafia, escrevendo em japonês de um modo mais agradável e legível.

Comece desenhando em vez de escrever em japonês

A diferença básica entre desenhar e escrever em japonês é o simples fato de dar mais atenção ao formato e proporção dos traços de cada símbolo japonês.

Neste caso, é melhor tentar diminuir o ritmo da escrita, desenhando os símbolos japoneses devagar e tentando obedecer os tamanhos e proporções dos traços. Aos poucos, a nossa mente começa a gravar cada movimento, fazendo com que os traços fluam de forma mais natural.

Depois que se sentir mais seguro, é possível começar a escrever em japonês com o novo kanji, de forma mais rápida e mais legível.

um único estilo de letra como referência para escrever em japonês

No língua japonesa, tenho usado um padrão de letra japonesa bem comum, a MS Gothic. Eu pratico muito imprimindo os símbolos numa folha de papel e tentando escrever igual. De início, imprimo uma planilha em Excel com bordas nas células e os símbolos que desejo aprender.

Com os kanjis na cor cinza claro, eu treino cobrindo os traços na ordem correta e depois pratico escrevendo em japonês sozinho. O mais importante é seguir sempre um tipo de letra japonesa, uma vez que as proporções dos traços e o formato dos kanjis mudam de uma estilo de letra para outro.

Escreva em japonês num caderno de folhas quadriculadas

Nas papelarias mais comuns você pode encontrar cadernos e folhas quadriculadas ao invés do padrão comum, folhas listradas. Ou seja, em vez das linhas vamos ter quadrinhos nas folhas.

Praticar escrevendo em japonês dentro de quatro quadros, ajuda a melhorar as proporções da escrita. Dessa forma, os kanjis vão possuir sempre um mesmo tamanho e a escrita se tornará mais uniforme.

Uma boa prática é escrever em japonês com símbolos grandes e aos poucos ir diminuindo até chegar num tamanho mais agradável. No caso de cadernos com folhas quadriculadas, podemos usar quatro quadrados para um símbolos e depois terminar escrevendo um ideograma dentro de apenas um quadrado.

Uma outra dica para escrever em japonês, é usar textos como referência. Escrever símbolos isolados é bem diferente de escrever textos e frases em japonês. Por isso, procure textos e copie, escrevendo à mão numa folha de papel.

De início, você pode praticar escrevendo textos em japonês no caderno de folhas quadriculadas, mas aos poucos, deve deixar esses cadernos de lado e depender menos deles.

Esta é uma técnica que os japoneses utilizam quando estão começando a aprender a escrever em japonês nas escolas do Japão.

Pratique bastante

No início, eu também escrevia muitos garranchos. Os traços saiam tortos e fora de alinhamento. Eu pratiquei muito. Comprei um caderninho de notas pequeno e enchi de rabiscos tentando desenhar os símbolos da forma mais perfeita.

Não desista, o final é sempre recompensador. Só não cobre muito de se mesmo. Lembre que você está aprendendo a escrever novamente, fazendo aqueles exercícios de caligrafia de quando era criança. Lembra disso? É a mesma coisa agora.

Créditos da imagem: anthonygrimley e Warren Antiola

pt_BRPT_BR