O calendário japonês

calendário japonês, em sua forma original, não faz a contagem dos anos como nosso calendário gregoriano.

calendário japonês

O calendário japonês tradicional é baseado em eras, onde a contagem é reiniciada sempre que uma era termina e outra inicia.

Nos dias de hoje, o calendário mais usado no Japão é o calendário gregoriano, que conta os dias, mêses e anos da mesma forma que fazemos no Brasil e muitos países ocidentais.

Apesar disso, muitos registros públicos e cartórios ainda usam o calendário tradicional, forçando as pessoas a conhecerem e usarem tanto o calendário japonês tradicional quanto o calendário gregoriano.

calendário japonês do windows

O calendário japonês tradicional

Ao contrário do que estamos acostumados, o calendário japonês tradicional não faz a contagem dos anos como o nosso.

Ele conta os anos baseado em períodos de tempo marcados por grandes eventos.

Antigamente, este evento poderia ser qualquer coisa marcante, como o nascimento de alguém importante para o Japão, uma revolução na economia, a morte de alguém famoso.

O fato é que, quando uma era começa, a contagem dos anos começa novamente e segue contando os anos até que uma nova era apareça.

Com o tempo, estas “eras” do calendário japonês passaram a marcar apenas o início e o fim do reinado de cada imperador japonês.

Assim, quando um imperador assume o trono uma nova era começa, e quando ele morre a era corrente termina.

Segundo esta forma de calendário, o ano de 2010 corresponde ao ano 21 da era 平成, uma vez que fazem 21 anos desde que o imperador Akihito assumiu o trono japonês.

Caso esteja curioso, abaixo segue uma lista das eras mais recentes:

ErasNome das erasPeríodoImperador
明治Era Meiji1868 até 1912Imperador Mutsuhito
大正Era Taishou1912 até 1926Imperador Yoshihito
昭和Era Shouwa1926 até 1989Imperador Hirohito
平成Era Heisei1989 até os dias atuaisImperador Akihito

Dizemos que, quem nasce dentro de uma era do calendário japonês, nasceu no ano daquela era. Por exemplo, eu nasci no ano 55 da era Shouwa, ou seja, 1981.

E o calendário ocidental?

Por causa da influência ocidental, os japoneses começaram a usar o sistema de contagem gregoriano juntamente com muitos dos símbolos japoneses usados para representar os dias da semana em japonêsos mêses do ano em japonês e o ano em japonês propriamente dito.

O mais interessante é que, os números nos calendários japoneses geralmente são escritos com os símbolos indo-arábicos (os mesmos números que nós usamos) em lugar dos números em japonês.

Por causa dessa mistura de símbolos japoneses, números indo-arábicos e contadores japoneses, criou-se um misto de calendário japonês com calendário gregoriano.

No fim das contas, esse calendário japonês-gregoriano foi o calendário adotado pelos japoneses em seu dia-a-dia, contudo os órgãos públicos e documentos oficiais aceitam apenas datas escritas segundo o calendário tradicional, forçando a convivência entre os dois sistemas de contagem.

Deixe um comentário