Os gerenciadores de fontes e letras japonesas

Conheça os gerenciadores de fontes e letras japonesas para seu PC!

Nos tópicos anteriores, vimos que precisamos executar alguns procedimentos para instalar e desinstalar as letras japonesas no windows com segurança e usar um arquivo de letra sem instalar.

Esses procedimentos podem se tornar tediosos e demorados se você trabalha com muitos arquivos, sejam eles de letras japonesas ou não, principalmente em trabalhos de Design.

Para solucionar a maioria dos problemas que relacionamos até agora e facilitar o trabalho com os arquivos de letras, existem os gerenciadores de fontes.

Eles são programas que cuidam de todo o trabalho no que diz respeito ao uso, instalação, desinstalação, organização, classificação, visualização, impressão e backups dos arquivos de letras instaladas no computador.

Além de todas as facilidades descritas acima, um outro ponto forte dos gerenciadores de fontes é a possibilidade de instalar um arquivo de letra (ou fonte) para uso imediato e desinstalar logo após o seu uso.

Também podemos navegar pela estrutura de diretórios do computador e verificar quais arquivos estão instaladas e quais não estão instaladas, proporcionando um maior domínio e gerenciamento de recursos.

Os gerenciadores de fontes e letras japonesas

Um bom gerenciador de fontes é o CFont Pro. Ele é um programa simples, intuitivo e cheio de recursos. É semelhante ao Windows Explorer e sua tela inicial já nos dá uma boa ideia de tudo o que ele pode realizar.

Tela principal do CFont Pro - Os gerenciadores de fontes e letras japonesas

Caso não queira usar o Cfont sugiro o artigo abaixo indicando outro gerenciador:

Gerenciador de fontes AMP Fonte Viewer

Se desejar experimentar outros gerenciadores de fontes, verifique os programas abaixo:

The font thing

Font Page

FontsOnCD

Outros artigos desta série sobre letras japonesas

  1. O que são as letras japonesas do computador
  2. Como instalar e remover as letras japonesas no computador
  3. Os perigos de instalar muitas letras japonesas
  4. Como usar uma letra japonesa sem instalar
  5. Os gerenciadores de fontes

Deixe um comentário