O romaji e o seu papel no nihongo

O romaji é simplesmente uma forma de mostrar como falar as palavras japonesas usando as letras do nosso alfabeto.

Como nosso alfabeto é conhecido como alfabeto romano, essa ferramenta ficou conhecida como romaji, por ser uma forma romanizada do japonês.

Como funciona

Como uma forma de romanizar o japonês, a técnica do romaji é apenas transcrever os fonemas japoneses com as letras do nosso alfabeto.

Por exemplo, a palavra adeus em japonês é escrita さようなら, mas em romaji ela é escrita sayounara ou sayoonara (forma mais fiel a pronúncia).

Por causa do romaji, muitas pessoas fazem buscas na internet usando a palavra nihongo sem saber que ela é uma romanização da palavra 日本語 (em kanji) ou にほんご (em hiragana).

Essa palavra significa língua japonesa, idioma japonês ou simplesmente japonês.

A vantagem do romaji

A meu ver, não parecem existir muitas vantagens, mas a principal delas é facilitar a leitura do hiragana, katakana e kanji para estudantes de japonês.

Romaji - auxilia na leitura dos kanjis e kanas na lingua japonesa

Para estudantes que não estão muito familiarizados com os símbolos japoneses, ele ajuda bastante na hora de ler, pronunciar e reconhecer os símbolos escritos.

A desvantagem do romaji

Muitos estudantes caem, assim como eu caí, no erro de estudar usando somente romaji.

Depois de muito tempo de estudo, acabei descobrindo que isso não é japonês e que acabaria me levando a um grande problema.

Eu aprenderia a falar em japonês, mas não conseguiria escrever nem ler textos em japonês.

Por causa disso, muitos professores de idomas encontram pessoas que sabem falar a língua oriental, mas não sabem ler nem escrever.

Alguns até pensam que romaji é um alfabeto japonês, mas ele não é.

Ele é simplesmente uma ferramenta usada por professores de línguas, com o objetivo de ajudar os estudantes a se familiarizarem com o idioma estudado.

Conclusão

Apesar de não ser muito a favor de usa-lo, acredito que ele é uma ótima ferramenta para promover uma maior aproximação entre estudantes e o japonês.

Além disso, quando usado corretamente, o romaji pode se tornar uma ferramenta poderosa no aprendizado.

Matane! (até mais)

Créditos: Foto de Roberto Marquino

Deixe um comentário