A partícula japonesa DE

Vamos agora aprender mais sobre a partícula japonesa DE e seu uso!

Como vinha sentindo muita falta de artigos sobre partículas na Língua Japonesa, escrevi três artigos sobre esse assunto. O primeiro foi sobre a partícula wa e os dois mais recentes foram sobre a partícula ga.

A partícula DECaso esteja interessando em conhecer estes artigos, vou deixar os links abaixo:

A partícula wa
Quando usar a partícula ga
As funções da partícula ga

No artigo de hoje, pretendo conversar um pouco mais sobre as partículas em japonês. Sendo que desta vez, vou dividir um pouco do que aprendi sobre a partícula de.

A partícula japonesa DE – onde uma ação acontece

Acho que uma das funções mais comuns da partícula de é indicar onde uma ação está acontecendo ou aconteceu. Ela geralmente é utilizada em conjunto com os substantivos japoneses, como nomes de lugares, pessoas, animais ou objetos.

Exemplos:

学校勉強する。

Estudo na escola.

私は海泳ぎました。

Eu nadei no mar.

あのレストラン食べましょうか。

Vamos comer naquele restaurante?

彼女は本屋辞書を買いました。

Ela comprou um dicionário na livraria.

Note que, novamente uma partícula japonesa não pode estar presa á uma única tradução. Nas frases acima, a partícula de pode ser traduzida como no ou na. Além disso, nos próximos tópicos, veremos que a partícula de pode assumir outras traduções diferentes.

A partícula de – instrumentalidade e utensílios

Nestas condições, a partícula de é usada como um complemento para uma determinada ação, adicionando mais informações sobre como aquela ação é executada. Já que essa informação é o meio como a ação acontece, ela ficou conhecida como instrumentalidade.

Geralmente ações de instrumentalidade podem acontecer para informar que um utensílio ou meio de locomoção foi usado. Apesar disso, exceções podem acontecer.

Exemplos:

私は学校へ電車行きます。

Eu vou à escola de trem.

彼は日本へ船行きますよ。

Ele vai para o Japão de barco!

鉛筆書いてください。

Escreva com o lápis por favor.

彼女はケーキをナイフ切りました。

Ela cortou o bolo com a faca.

日本語話してください。

Fale em japonês, por favor.

Ajuda no Trabalho de Escrita

“Note que agora, a partícula de foi traduzida como de, em e com. E ainda vem mais traduções diferentes para a partícula de por aí.”

A partícula de – Indicando superlativo

Os casos mais comuns de superlativo com a partícula de, são os que informamos quando alguém, ou alguma coisa, é o melhor ou pior em alguma função.

Exemplos:

世界一番高い山何ですか。

Qual é a montanha mais alta do mundo?

彼女は学校一番きれいですね。

Ela é a garota mais linda da escola não é.

A partícula de – Indicando limitações

Uma forma alternativa de indicar limites de tempo sem usar as partículas kara made, é utilizando a partícula de. Parece ser mais comum utilizar a partícula de em casos de limite de tempo, mas exceções podem acontecer.

Exemplos:

この新聞は二時間読めますか。

Você pode ler o jornal em duas horas?

あのテレビは10万円買える。

Você pode comprar aquela televisão de 100.000,00 iens.

A partícula japonesa de – Indicando idade ou período em que algo aconteceu

Quando queremos expressar o momento de uma ação, podemos usar a partícula de. Dessa forma, é possível usar datas ou qualquer outra palavra que indique período de tempo, informando quando algo aconteceu.

彼女は28歳結婚した。

Ela se casou com vinte e oito anos.

記者は30歳死んだ。

O repórter morreu aos trinta anos.

A partícula de – Preço e composição

Outro caso muito comum de uso da partícula de é quando vamos dizer ou perguntar o preço de algo. Além disso, também podemos usar a partícula de para expressar quantidades ou que uma ação foi realizada em prol de uma comunidade.

Exemplos:

その本は五十円買いました。

Comprei este livro por cinqüenta iens.

ブラジルへは、いくら行けますか。

Quanto custa poder ir para o Brasil.

そのりんごは二つ3百円です。

Estas maçãs são duas por trezentos iens.

バターはミルク作ります。

Manteiga é feita de leite.

Conclusão

Eu sei que existem outras formas de usar a partícula japonesa de, mas estas são as que acredito serem as mais comuns. De qualquer forma, espero que vocês tenham aproveitado este artigo.

Depois que terminar de escrever sobre as principais partículas da língua japonesa, acho que vou escrever um pequeno dicionário de partículas como guia de estudos, da mesma forma que fiz com o curso de japonês e o alfabeto japonês. O que acham?

Deixe um comentário