Aprendizado acelerado

Aprendizado Acelerado Paulo RibeiroPaulo Ribeiro é escritor do Aprendizado Acelerado (AA), do Estrategistas, e de algumas matérias do Papo de Homem. Fazem alguns anos conheci o trabalho dele, perto do lançamento do livro “7 pilares do aprendizado” (comentado aqui no mude.nu) e desde lá tenho vontade de ler o livro. Esperava que o livro viesse a ser publicado, mas isso seria um projeto futuro. Acabou que só li o livro agora, no final de 2015. Um ótimo livro, que com a permissão do Paulo, posto aqui o resumo que fiz.

Como o conhecimento é armazenado?

Multi-Armazenamento

Uma das teorias mais bem aceitas sobre a memória diz que existem três diferentes tipos de memória, que diferem em duração e capacidade de armazenamento.

1.Memória sensorial, utilizada pelos sentidos para nos situarmos em um ambiente.
2.Memória de curto prazo, onde estão nossos pensamentos, utilizada para realizar trabalhos em geral.
3.Memória de longo prazo onde é armazenado nosso conhecimento.

Portanto, tudo o que sabemos, está armazenado na memória de longo prazo. Quanto mais nós sabemos, mais fácil aprendemos. Isto ocorre pois nosso cérebro tem mais conhecimento e interliga um conhecimento no outro atraves de sinapses. Sendo assim, é um mito o que dizem sobre “as crianças aprendem melhor” sendo que os adultos provavelmente tem muito mais conexões devido ao tempo vivido.

Então, como armazenar o conteúdo na memória de longo prazo?
As principais estratégias para isto são:
1. Agrupar o conhecimento
2. utilizar de repetição
3. fazer o uso de imagens
4. mnemônicos (como siglas por exemplo)
5. elaboração, explicação ou resumo.

Tipos de conhecimento

Entretanto, para facilitar o armazenamento e busca de informações, é bom ter em mente que existem diferentes tipos de conhecimentos, e quanto mais conhecimentos forem trabalhados ao mesmo tempo, melhor.
1. Temos o reconhecimento sensorial, que é como nossa mente se relaciona com as informações (ex. Como saber quando tirar algo do forno?).
2. Conhecimento de ordenamento serial, ou de associações ( ex. A-E-I-O-_ ) .
3. O conhecimento de ideias, união de associações.
4. Esquemas, relação entre ideias.
5. Modelos mentais, utilizar de esquemas para simular problemas.
6. E, saindo da área de conhecimentos declarativos, temos o conhecimento procedual, que é saber como fazer as coisas na prática.

O que influencia no aprendizado?

Motivação

Não se engane. Mantenha o foco em aprender, a aprovação é consequencia.
Alinhando os valores de obtenção (ao alcançar algo) intrínseco (ao realizar algo) instrumental (ao ajudar em outros objetivos).
Motivação está alinhada ao esforço e nossa motivação é finita. Valorize a jornada do aprendizado, não somente seu objetivo. Não se engane. Alinhe as metas e valores de sua jornada. E caso não goste, persista. As pessoas geralmente gostam de algo quando são boas naquilo. Então pratique e logo gostará. Olhe o objetivo, reconheça a dificuldade, entenda o esforço, e acredite que é possível. Procure por outras pessoas que já alcaçaram o que você almeja e tente entender suas estratégias para montar um caminho adequado a ti. Estamos num mundo conectado, não tenha medo. Pergunte a todos. E não se esqueça que até os sábios antigos, mesmo mortos, podem te ajudar com as ideias deixadas em seus livros.

Base Sólida

Importante ter uma base sólida e bem estruturada de conhecimento. Levando em conta tudo o que já se sabe para relacionar aonovo conteúdo estudado, e saber por onde começar. Pois uma base bem estruturada diminuí drásticamente a possibilidade de erros e regressão no conteúdo estudado para reformular um conceito previamente deformado. Organize seus estudos. Pesquise, liste e nivele o conhecimento necessário e veja se você tem o necessário. Caso contrário revise e corrija deficiências, e só então comece um conteúdo novo.
Pode-se então ativar e acelerar o aprendizado ao se questionar sobre o mesmo. Por que é verdadeiro? Por que isso é inesperado? Como isto se relaciona com algo que já sei? Como posso aplicar isto em algo que conheço? Onde isto que estou aprendendo seria útil em situações pelas quais já passei / passarei?

A memória tem diferentes níveis de absorção. Por isso é bom saber “o que preciso aprender”?
Ela se divide em:
1. binária (sei / não sei)
2. superficial (ouvi falar)
3.  factual (posso falar sobre)
4. conceitual (posso explicar)
5. de aplicação (posso resolver problemas).

Organização

Considere a melhor maneira de organizar o conteúdo. Esta maneira não necessariamente é temporal. Experts organizam o conteúdo de múltiplas formas podendo assim selecionar o que precisa de acordo com a situação.

Ferramentas – Aprendizado Acelerado

Autodidata
Autodidatismo é a única forma de aprendizado. Tudo o que você aprende, você aprende sozinho. E você só pode acelerar aquilo que controla.

Hábitos

Modifique sua rotina e hábitos aplicando GTD / ZTD e adaptando a sua realidade. Rotina forma hábito, exigindo menos do cérebro. Identifique a rotina. O que fazer? Qual o melhor momento? Experimente recompensas. Isole a deixa e elimine possíveis barreiras. Tenha um plano. Analise o que funciona e o que não funciona nas rotinas implementadas.

icon icon

Mentalidade

A mentalidade certa importa. Entenda que: Habilidades e inteligência são desenvolvidas. Esforço traz resultado. Erros são fonte do aprendizado. Aprenda mais rápido entendendo e utilizando seus erros.

Sobrecarga

O que fazer quando ficar sobrecarregado? Isole-se num lugar tranquilo, utilize-se de materiais diversos, aproveite a jornada, desvie o foco, reavalie sua estratégia e seu conhecimento de base.

A arte de estudar o problema certo

“Um problema bem definido está meio resolvido” John Dewey

Eficiência

Qual a melhor maneira de resolver o problema?

Modular

Module seu objetivo atraves de referencias e entrevistas diversas.

Pareto

Leve em conta a regra de pareto, ou 80/20, que diz que 20% do esforço tras 80% do resultado. Organize seu estudo levando em conta onde obterá os maiores resultados primeiro. Utilize da frequencia nos estudos, nível de relação com o resultado, dê prioridade a módulos mais conectados/ abrangentes, e comece pelos mais fáceis para se manter motivado.

Ordem

Nessa análise estamos buscando o melhor caminho para realizar determinada tarefa, então sim, a ordem importa, e pode ser que o melhor seja começar pelo fim, dependerá da análise.

Captura

Leitura

No caso da leitura, trate como um diálogo com o autor. Veja como o livro funciona, antes mesmo de lê-lo. Entenda o autor, seu contexto, estilo, leia resenhas, e entenda o que ele pretende com o livro. Então leia, analise, concorde ou discorde com o autor, ou ainda, autores. Extraia até a última gota. Por fim relacione com sua realidade e adicione referências e fontes externas.

Notas

Tomar notas é importante, mas ao inves de somente transcrever o que se pretende absorver, de modo passivo, tentemos abordagens ativas. Comprima a informação, deduza, não memorize. Torne o conteúdo pessoal. Faça notas comprimidas e personalizadas.

Processamento

Aprendizado ativo

Técnicas Mnemônicas 

Para memória: agrupe, repita, crie imagens / histórias
Metáforas pessoais personalizadas
mindmaps para visualizar a estrutura geral

Flip Learning  // Aprendizagem Invertida // Aprendizagem Ativa Flip

Solidificar conceitos/ princípios (livros) > solução de problemas > exercícios resolvidos > exemplos para completar > solução de problemas (em grupo) > solução de problemas (sozinho) > prática deliberada (Gelson Oliveira)

Transferir e Conectar

Transfira o contexto, busque conexões. Combine a experiencia concreta com o conhecimento prévio, compare e contraste possíveis situações.

Maestria

O que é maestria?

É dominar a área de modo a entender suas nuances e ter um nível elevado de performance.

A mente do expert

Mestres tem o pensamento interligado, organizado de forma a fazer sentido e se adaptar as inúmeras situações. Gerando padrões significativos, de forma a ficar automatizado na expertise. Consegue prever e executar com precisão, com seus esquemas previamente refinados com a variedade de experiências.

Memória Perfeita

SISTEMA DE REPETIÇÃO ESPAÇADA (SRS)

Prática Deliberada

Para manter a prática continuada e obter a maestria utilize da prátia deliberada. Ela é projetada para melhorar o desemprenho e exigir do intelecto. O avanço está no desconforto.
zona de pânico > zona de aprendizado > zona de conforto < zona de aprendizado < zona de pânico
Zona de aprendizado é estressante, cansativa, porém gerenciável.
O feedback precisa estar disponível (ciclo fechado). Resolva problemas com respostas a teor de estudo, caso contrário não adianta se esforçar em algo do qual não poderá conferir, não terá feedback, não teria sentido.
Repetição espaçada e memória perfeita. Para memorizar e revisar.

Como desafio!

Aplique isto que aprendeu em um resultado de até 30 dias para visualizar seu objetivo.

Originalmente publicado no blog do Leonardo Jahn

Gostou do Artigo?
Inscreva-se e receba dicas,atualizações de novos conteúdos diretamente em seu e-mail + e-book completo sobre NIHONGO! Fique tranquilo que seu e-mail nunca será compartilhado.